As notícias falsas se espalham 70% mais rápido que as verdadeiras e alcançam muito mais gente. A conclusão é do maior estudo já realizado sobre a disseminação de notícias falsas na internet, realizado por cientistas do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, na sigla em inglês), dos Estados Unidos. As notícias falsas já foram compartilhadas por 33% dos brasileiros que, ao enviarem para outras pessoas, não sabiam que a informação não era verdadeira. A startup especializada em pesquisas digitais MindMiners descobriu o dado em estudo que buscava entender como os brasileiros enxergam a questão da privacidade de dados.

Segundo dados de uma pesquisa divulgada no fim do ano passado pelo Instituto Ipsos, os brasileiros são os que mais acreditam em fake news (notícias falsas) no mundo. De acordo com o estudo, no Brasil, 62% dos entrevistados admitiram já ter acreditado em alguma notícia falsa. Os outros países onde mais entrevistados já foram enganados pelas fake news foram Arábia Saudita (58%), Coreia do Sul (58%), Peru (57%) e Espanha (57%). Na contramão, vieram os italianos. Apenas 29% deles declaram já ter acreditado em uma notícia falsa. A pesquisa, feita entre junho e julho de 2018, ouviu 19.243 pessoas em 27 países e revelou que 58% dos consultados se acham capazes de identificar as fake news.

Há formas simples de checagem que podem ajudar na nora da duvida sobre a veracidade da notícia, como aponta a arte abaixo:

 

Vivenciando na pele

Esse pessoal que está na frente da Fernanda Gentil, são repórteres e jornalistas. Foram convidados para ir até a Globo participar de um debate sobre Fake News.

Enquanto eles esperavam numa ante sala, o G1 “plantou” uma notícia falsa no celular deles dizendo que a Fernanda Gentil tinha acabado de ser dispensada da Globo.

Assim que eles receberam, compartilharam com Deus e o mundo.

Por isso o espanto deles quando entram no estúdio e dão de cara com ela e o texto dela começa assim.

Eles tinham acabado de espalhar uma Fake News sobre ela.

Confira:

 

Fontes compartilhadas:

G1/Globo – pesquisas foram extraídas dos sites do Observatório do Terceiro Setor e do Correio Braziliense

https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/tecnologia/2018/03/08/interna_tecnologia,664835/fake-news-se-espalham-70-mais-rapido-que-noticias-verdadeiras.shtml

Brasil tem a população que mais acredita em fake news no mundo

Compartilhe em: