sábado , 18 de agosto de 2018
Home / Blog / Facebook pedirá que seus usuários definam o que é jornalismo ‘confiável’
estacao-hack

Facebook pedirá que seus usuários definam o que é jornalismo ‘confiável’

Acompanhe reportagem do Jornal do Brasil que aponta para um novo cenário para o trabalho de atualização de posts destinados ao Facebook. Creio que a mudança confirma a necessidade de rever as estratégias de marketing digital das empresas, uma vez que as ações corporativas irão desaparecer ainda mais da timeline, assim como a boa notícia que é o combate ao Fakenews, uma novidade que pode gerar ainda mais valor agregado ao marketing de conteúdo gerado por profissionais habilitados, entende-se jornalistas profissionais.

Trecho da matéria:

“O criador do Facebook, Mark Zuckerberg, anunciou nesta sexta-feira (19 de janeiro de 2018) mudanças na linha do tempo de sua rede rede social. Com 2 bilhões de usuários mensais, o Facebook é a rede social com mais usuários em todo o mundo e enfrenta críticas por seu papel na disseminação de notícias falsas.

As novidades foram anunciadas por meio do perfil de Zuckerberg no Facebook. Ele disse que notícias “confiáveis” terão preferência na linha do tempo e que a alteração é uma continuação das mudanças anunciadas na semana passada — que cortou em 20% a presença de notícias na linha do tempo.

“Há muito sensacionalismo, desinformação e polarização no mundo de hoje. A rede social permite que as pessoas espalhem informações mais rapidamente do que nunca, e se não tratarmos especificamente desses problemas, acabamos amplificando-os. É por isso que é importante que a linha do tempo promova notícias de alta qualidade que ajudem a construir um senso comum”, afirmou o criador do Facebook.

Zuckerberg, entretanto, disse que seria “desconfortável” decidir dentro do próprio Facebook o que seriam notícias “confiáveis” e que pedir para especialistas externos tomarem essa decisão “não resolveria o problema da objetividade”.

Quem irá decidir a qualidade das fontes de informações será o público por meio de pesquisas, disse o fundador do Facebook. Os usuários poderão indicar quais são as fontes de notícias em que confiam e as melhores avaliadas terão preferência na linha do tempo”.

Observação: A foto foi extraída da revista Exame pelo fato de traduzir exatamente o conceito desse post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>